Diálogo Sobre a Bondade

categoryAcolhimento, Empatia, Psicanálise
tagpsicanalise, psicologia

Diálogo sobre a Bondade
Discípulo : – Mestre, como faço para ser Bom?
O Mestre respondeu: – Observe-se!
Passados alguns dias o discípulo procurou o mestre novamente;
Discípulo : – Descobri o que é bondade, observei as pessoas e elas erram muito. Não encontrei ninguém bom. Porém, percebi que eu sou muito melhor do que todas elas. Sendo assim, pude reconhecer a bondade em mim.
Ao que o mestre respondeu:
-Se precisas dos erros dos outros para garantir a sua bondade. Não, você não é bom.
Se fias a tua retidão no fato dos outros agirem de maneira incorreta. Não, você não é bom.
Ser verdadeiramente bom, é saber das próprias fraquezas, reconhecer os próprios erros, chorar pelas decepções que causa a ti mesmo. E, por reconhecer a ti. Serás bom, pois olharás as pessoas não mais para apontar-lhes falhas,mas sim com bondade e compaixão.

GLA. Janeiro/2017

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Vamos de Filme?
Próximo post
A cura pelo Amor
Menu