Ansiedade | Terapia online para expatriados

Ansiedade na Cidade

categoryAnsiedade na Cidade, Depressão, Palestras
tagAnsiedade, depressão, mídias, projetos, redessociais, saúde

Ansiedade na Cidade

Ansiedade, o tema é atual, apesar de muito falado, continua promovendo debates interessantes. A ansiedade é um sentimento vago de medo, apreensão, caracterizado por tensão ou desconforto derivado de antecipação de perigo, de algo desconhecido ou estranho.

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo(FMUSP), em 2014, concluiu que os índices de Ansiedade os quais apresentam indivíduos na cidade de São Paulo são iguais aos de habitantes de países em guerra. O agravamento, se dá em razão dos altos índices de violência, baixas condições de segurança pública, falta de perspectiva de trabalho e a crise econômica dos últimos anos.

Todo este movimento externo gera um reflexo interno. A necessidade de ser visto e/ou aprovado também contribui com o agravamento da ansiedade. Visto que, tempo que passamos conectados em redes sociai está cada vez maior.
São classificados como transtornos de ansiedade pelo CID 10, e reconhecida como patológica quando são sintomas exagerados e desproporcionais em relação ao estímulo, ou qualitativamente diversos do que se observa como norma naquela faixa etária e interferem com a qualidade de vida, o conforto emocional ou o desempenho diário do sujeito?

  • TAG Transtorno de Ansiedade Generalizada
  • Fobia Específica – fobia social
  • Fobias Generalizadas
  • Pânico
  • Stress Pós Traumático
  • Ansiedade de mídias Sociais
  • Ansiedade do Sono

Os sintomas físicos são : sudorese, taquipneia, hiperatividade, tensão muscular, insônia irritabilidade e etc.
Os sintomas emocionais : medo excessivo, sentimentos de pânico excessivo, preocupações, necessidade de aprovação de terceiros.

Quando ocorre o agravamento de sintomas como insônia, irritabilidade e descrença em si mesmo, a ansiedade pode vir a evoluir para o quadro de Depressão.

Para Freud, em o Mal Estar na Civilização, texto de 1930.

Todo sofrimento é apenas sensação, existe apenas na medida em que o percebemos, e apenas o percebemos em consequência de certas disposições de nosso organismo”

Ou seja, aquilo que acontece em nosso entorno social, nos sensibiliza e fragiliza. E, nos deixa suscetíveis aos adoecimentos biopsicossociais. Em razão de estarmos sem “ tempo” adiantamos o futuro e perde,os o aqui e agora.

Pensando em uma boa saída do caos, lá vai uma alternativa projetos de vida curtos que levam em consideração: tempo, espaço e recursos próprios. Ou seja, procure ocupar-se daquilo que de fato pode ser realizado com o tempo disponível a quantidade de dinheiro e o local mais próximo.

Idealizar a academia perfeita, que aquela blogueira famosa frequenta e que custa aos olhos da cara só te causará frustração. Frequente a do seu Bairro.

Além disso, dicas como:
  • Alimentação saudável
  • Higiene Mental (jogue fora pensamentos negativos)
  • Res-pi-re (pausadamente)
  • Controle o uso das mídias sociais
  • Tenha hábito de sono regular
  • Evite excessos de bebida alcoólica
  • Consuma literatura
  • Realize atividades de lazer
  • Descanse regularmente.

Afinal, o tempo caminha em seu próprio ritmo e, estarmos acelerados, somente nos vulnerabiliza e desgasta.

Texto produzido à partir de Palestra Realizada em 15/6/2019, em São Paulo Capital

Mais textos da Gisa
Siga a Gisa no Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Post anterior
Vamos de filme? Que tal Woody Allen.
Próximo post
Deep Web e o Mal Estar na Civilização
Menu